5 Dicas de Mediação de Leitura

É tempo de ajudar as crianças a viajarem no mundo da leitura e expressarem seus sentimentos e entendimentos, livres de críticas e julgamentos. Vem aprender a mediar com a gente…

Publicado no dia 25 de outubro de 2018

A leitura é uma das formas mais efetivas de estimular a criatividade, melhorar a linguagem e apresentar um novo mundo às crianças e adolescentes. Os professores, além da tarefa de educar, devem também colocar em prática a ideia da Mediação de Leitura.

No texto de hoje, trouxemos algumas dicas para que você implemente a Mediação em sala de aula de forma simples e prazerosa para os alunos. Confira!

O que é Mediação de Leitura?

A Mediação de Leitura é um processo muito dinâmico, que pode acontecer tanto na escola como em casa, por meio dos pais e figuras capazes de exercer esse papel perante à criança ou ao jovem. Basicamente, o mediador é o responsável por estabelecer pontes entre o leitor e a sua realidade, ajudando-a a contextualizar e interpretar o que está escrito naquela obra.

Dicas de Mediação – Conheça as 5 que separamos!

Agora que compreendemos de forma objetiva o que é a Mediação de Leitura, vamos às dicas que separamos para que o processo seja mais efetivo:

1| Entenda a realidade do aluno e ajude a contextualizar a obra com o que ele vive: Essa ponte é importante para que haja identificação e força na interpretação. Não há uma fórmula para a mediação, mas essa é uma característica bastante marcante no processo.

2| Deixe com que o aluno se expresse e entenda da sua maneira o texto como um todo: É importante que não haja nenhum tipo de repressão em relação ao que ele entende e verbaliza.  

3| Use a tecnologia a seu favor: Sempre que for possível, una a tecnologia e o mundo digital com a leitura. Isso fará com que haja maior identificação entre os jovens imersos no mundo tecnológico.

4| Faça roda de leituras: Elas ajudam no processo de verbalização e promovem a socialização entre os alunos. Há diversas formas de mediar a leitura durante uma roda, como promover interpretações sobre as obras – sem jamais reprimi-las.

5| Estimule a leitura deleite: A leitura deleite é aquela onde a criança o faz por prazer e não por obrigação ou por necessidade de memorização. Apesar das rodas de conversa sobre as obras serem interessantes, é importante que elas não se tornem um fardo ao aluno. É válido deixá-los escolher a obra entre as selecionadas ao invés de impor autores, por exemplo.

 

Gostou das nossas dicas de mediação? Não deixe a leitura de fora das suas aulas e, no caso dos pais, ajudem seus filhos a se apaixonarem por ela!

Assine nossa lista de e-mail e fique por dentro dos eventos e novidades ;)